Seja bem vindo, você é o visitante nº

curiosidades sobre cães

Loading...

domingo, 23 de Fevereiro de 2014

a idade dos cães na escala humana


quarta-feira, 29 de Janeiro de 2014

na próxima sexta feira, dia 31 de janeiro, irei estar novamente no programa de Raúl Ferrão, " a idade dos saberes" na Popular FM  em 90.9 mhz ou em www.popularfm.com entre as 21h00 e as 23h00, para falar-mos mais um pouco sobre os nossos amigos de quatro patas. Apareçam :)



quinta-feira, 9 de Janeiro de 2014

Beneficios de ter um cão


Está mais do que comprovado que cães são ótimos companheiros para crianças: podem ajudá-las a desenvolver maior habilidade nas relações sociais, além de responsabilidade e respeito ao próximo. Agora, os pais têm mais uma razão para ceder aos encantos caninos.

Uma pesquisa feita pelo Instituto de Epidemiologia do Helmholtz Centre, em Munique (Alemanha), sugere que, durante a infância, a exposição a bactérias contidas na pelagem dos cachorros pode estimular o desenvolvimento do sistema imunológico e evitar futuros problemas respiratórios como asma, rinite alérgica e eczemas.

Os cientistas acreditam que a imunidade deve aparecer somente quando as crianças estiverem mais velhas, pois, embora seus exames de sangue tenham mostrado menor risco de desenvolver alergia, elas apresentaram tantos problemas respiratórios durante o estudo quanto crianças que não tinham cães
Como podem ver, vale a pena ter um animal de companhia :)

e este será um dos temas no qual irei falar na próxima sexta-feira, dia 10 de Janeiro de 2013, pelas 21H00, na sua Rádio de eleição, em 90.9Mhz ou em www.popularfm.com, no programa “ A IDADE DOS SABERES “,

até á próxima pessoal

terça-feira, 26 de Novembro de 2013

Cães: Abanar a cauda tem vários significados

Para nós, humanos, um cão a abanar a cauda significa apenas que está excitado.
Mas para os nossos amigos caninos este gesto é mais complexo do que parece.
Um novo estudo acaba de provar que os cães reconhecem e respondem de maneiras diferentes perante uma cauda que está a abanar para a direita ou para a esquerda.

As conclusões do estudo publicado, no final de Outubro, no jornal Cell Press, demostra que os cães, tal como os seres humanos, têm o cérebro dividido num lado esquerdo e direito, sendo que cada parte desempenha funções muito diferentes.

Durante o estudo, a equipa monitorizou um grupo de cães aos quais foram exibidos vídeos de outros cães a abanar a cauda, uns para a direita e outros para a esquerda. Enquanto monitorizavam as reações dos animais, os investigadores confirmaram que, quando viam outros cães a abanar a cauda para a esquerda, os animais ficavam ansiosos e o seu batimento cardíaco acelerava. Já perante uma cauda que abanava para a direita, os cães ficavam completamente descontraídos. "A direção da cauda ativa hemisférios diferentes do cérebro canino”, diz em comunicado o italiano Giorgio Vallortigara, do Centro para as Ciências do Cérebro da Universidade de Milão, que liderou a investigação. "Ou seja, quando o cão vê uma cauda que abana para a direita ativa o hemisfério esquerdo ligado a experiências positivas e descontraídas.

Em contraste, uma cauda que abana para a esquerda sugere situações de defesa e produz ansiedade. E isso é incrível”, acrescenta o investigador. Além de ajudar na comunicação entre elementos caninos, Vallortigara considera que esta informação pode ser particularmente útil para os humanos que vivem com cães e para os veterinários ou tratadores.

http://boasnoticias.sapo.pt/noticias_Cães-Abanar-a-cauda-tem-vários-significados_17789.html?page=0

sábado, 7 de Setembro de 2013

Castrar cães sim ou não?

Castração dos cães: vantagens e desvantagens


Noto que existe um grande desconhecimento por parte dos donos dos cães das vantagens da castração dos cães. A castração dos cães é um procedimento corrente em outros países, mas pouco frequente em Portugal ao contrário do que acontece nos gatos. Isto deve-se decerto ao desconhecimento das suas vantagens (imediatas e futuras). Muitos acham que a castração tem vantagens apenas no controle da reprodução, mas as vantagens são muito mais do que essas.

Os testículos produzem hormonas androgénicas das quais a mais importante é a testosterona, responsável por muitos dos comportamentos dos machos.

BENEFÍCIOS COMPORTAMENTAIS

É sabido que muitos comportamentos de agressão entre cães e de cães para pessoas são causadas pela testosterona. Cães castrados defendem menos o seu território de outros cães, defendem menos a sua posição hierárquica, atacam menos as pessoas, lutam menos com outros cães na proximidade de cadelas em cio.
Estatisticamente, nos acidentes traumáticos nos cães, as mordeduras aparecem em 2º lugar em frequência logo a seguir aos atropelamentos. É importante referir que em face de um cão mordido, mesmo parecendo que o ferimento é menor, resumindo-se apenas à perfuração dos dentes, deverá de imediato procurar assistência veterinária imediata. A mordedura de um cão tem várias particularidades que as tornam perigosas. Para além do dano físico imediato e visível, existe esmagamento dos tecidos por baixo da pele que os tornam inviáveis (podem entrar em putrefacção).
Para além disso inoculam bactérias muito agressivas presentes na boca na profundidade dos tecidos. Estes dois factos originam infecções muito agressivas e destrutivas nos dias seguintes à mordedura. O período de ouro para a primeira actuação após o acidente são as 6 horas. Intervindo nas primeiras 6 horas, um veterinário conseguirá prevenir muitas complicações dos dias seguintes.

A castração de um cão, se for efectuada antes de 1 ano de idade, é muito mais eficaz do que efectuada mais tarde na prevenção da agressividade.

BENEFÍCIOS NO COMPORTAMENTO ERRANTE

Cães castrados tendem a não vaguear pela rua quando sentem cadelas em cio. O cio das cadelas é detectado pelos cães através de ferormonas dispersadas pelo ar a grandes distâncias, por vezes quilómetros. Para além disso, cães castrados têm um comportamento menos exploratório. Tendem a ficar mais em casa. Um cão errante arrisca-se muito mais a atropelamentos, envenenamentos, actos maliciosos, etc.

BENEFÍCIOS NA SAÚDE

Cães castrados não têm tumores dos testículos. Também reduzem em grande parte os problemas da próstata (80% dos cães não castrados desenvolvem ao longo da sua vida problemas prostáticos). Reduzem a incidência de hérnias periniais (uma das mais difíceis e dispendiosas hérnias que podem ocorrer num cão). Cães castrados têm menos tumores perianais (adenomas ou adenocarcinomas). Certas doenças infecciosas também ocorrerão com menor frequência (a dirofilariose, uma doença provocada pela picada dos mosquitos, ocorre mais em cães machos provávelmente devido ao seu comportamento errante e exploratório).

Um cão só deveria manter-se fértil caso se pondere utilizar para reprodução.

Muitos dos donos dos cães optam por não castrar pois dizem que tiram a felicidade do seu cão. Mas acreditem que a sua opção é errada. Muitos desses cães estão confinados em casa ou na sua propriedade mas fácilmente detectam cadelas em cio nas proximidades. Isso provoca-lhes grande contrariedade pois não conseguem alcançar a cadela e chegam a auto-mutilarem-se com a ansiedade (feridas nos membros e cauda).

A única desvantagem que posso reconhecer é alguma tendência para a obesidade, mas isso consegue-se ultrapassar com uma ração light e com exercício, ( aqui beneficia o cão e o dono que o acompanha :).

Caros amigos, a opção é efectuar a castração antes de 1 ano de idade. É um procedimento simples e vai-lhe poupar muitos dissabores no futuro.

Até á vista :)

quinta-feira, 8 de Novembro de 2012

6 DICAS RÁPIDAS

Cachorro recém-chegado… a casa ganha outra alegria e a familia tem mais uma coisa com que se entreter e divertir! Porém, nem tudo são rosas nas primeiras semanas com um cachorro que, achando que tudo é brincadeira, não leva nada a sério.

Aqui vão algumas dicas – experimentando uma ou todas – para treinar o vosso cachorro, com sucesso, logo desde o primeiro dia.


1. Começar já

É de pequenino que se torce o pepino… velho ditado? E no que toca aos cachorros isso é fundamental porque, por exemplo, embora deixem o cachorro andar ou dormir no sofá porque “coitadinho, ele é tão pequenino e fofinho”, se este é um comportamento que não vão tolerar no futuro, nunca o devem permitir, mesmo nesta fase de cachorro. Devem sim, começar a estabelecer regras e limites a partir dos primeiros dias em vossa casa.
Só assim conseguirão treinar eficazmente o vosso cachorro e futuro cão adulto.

2. Paciência e disponibilidade

Treinar um cachorro com sucesso é uma receita que requer dois ingredientes principais: paciência e disponibilidade.
Um cachorro presta maior atenção e responde melhor a um dono que se mantenha calmo, ao contrário de um que esteja constantemente a gritar. O mais certo é que os gritos e as sapatadas não só agitam e/ou descontrolam o cachorro, como o podem assustar – não se esqueçam que o cachorro é um bebé, está a aprender e precisa da vossa ajuda para ser bem-sucedido.

3. Elogios e recompensas

Estas duas coisas devem andar de mãos dadas no que toca a treinar um cachorro eficazmente. Sempre que a vossa pequena bola de pelo fizer algo benfeito e/ou alguma coisa que lhe pediram, devem elogiá-lo, fazer-lhe uma festinha na cabeça e oferecer-lhe uma pequena guloseima (de preferência, saudável!). Para além de responder melhor aos estímulos positivos, em detrimento dos estímulos negativos, os cachorros vão lembrar-se daquilo que acontece quando se portam bem e, por isso mesmo, vão repetir esse comportamento.

4. Trocar-lhe as voltas

Um cachorro só sabe que aquilo que está a fazer é errado quando os donos lhe chamarem a atenção, por isso, em vez de darem uma sapatada ou mandarem um grito ao cão quando o encontrarem a roer a almofada do sofá, digam “NÃO” numa voz firme, retirem a almofada e substituem-na por um dos seus brinquedos. Quando o cachorro começar a roer o seu brinquedo, elogiam-no… em breve já não terão de trocar as voltas ao vosso cão, ele vai perceber sozinho!

5. Ignorar também funciona

Os cachorros não querem muito mais para além de alimentação, brincadeira e, claro, toda a atenção do mundo por parte dos seus donos, por isso, se esta deixar de existir, eles vão prestar atenção. Se o cão fizer algo que não devia, não gritem, não ralhem, não façam nada – simplesmente afastem-se e ignorem o cachorro. Ele vai rapidamente compreender que o seu comportamento não foi, nem é, aceitável.

6. Sejam consistentes

Para que qualquer uma das dicas acima mencionadas possa funcionar plenamente precisam de ser, enquanto donos de um cachorro, extremamente consistentes! Porquê? Porque se não forem consistentes, o vosso cachorro vai sentir-se confuso relativamente ao que é bom e mau, relativamente ao que é permitido e ao que não é permitido. Porque só assim é que um pequeno e ingénuo cachorro se tornará num cão inteligente e bem treinado. Não se admirem, por isso, se ao primeiro deslize da vossa parte, o pequeno cachorro aproveite para fazer asneiras ou outras coisas irritantes!

há muito mais a dizer, mas por agora se tiverem estas em conta já vos irá ajudar bastante e boa sorte!